Como estocar madeira

2

Olá amigos! Encontramos um lote de ipê numa marcenaria que costumamos frequentar aqui em nossa cidade. Como estava num canto meio esquecida, fizemos uma oferta e o dono aceitou. Achamos que seria um frete tranquilo e rápido para fazer com o FIT do Luciano, e no fim erramos feio… mas valeu muito à pena!

Enfim, hoje resolvemos publicar uma foto da pilha e falar da forma de armazenamento de madeiras em sua oficina. É claro que existem diversos modos de armazenamento e marcenarias profissionais devem ter um cuidado especial para garantir a secagem correta de sua matéria-prima e, principalmente, evitar o aparecimento de fungos que podem manchar e estragar a madeira. Além disso, é claro, evita-se o empenamento da madeira.

Como hobbistas, vamos falar dos principais pontos a se observar no armazenamento de madeira, especificamente de sarrafos já secos, já que a madeira verde e chapas possuem maneiras distintas de armazenagem.

1. Nunca apoie diretamente no chão! A primeira fileira deve estar apoiada sobre os tabiques para não acumular umidade e evitar o apodrecimento.

2. Abrigo do sol e chuva: o ideal é conservar sua madeira seca ao abrigo da luz direta do sol e, principalmente, protegida da chuva. Nesse caso, escolher um local coberto, com boa ventilação, faz toda a diferença. Essa foto que publicamos nesse post, colocamos esse nosso pequeno estoque numa varanda que temos em nossa oficina. Aqui tem uma cobertura translúcida, que é muito boa para proteção do sol direto, e permite a passagem de luz. As condições aqui se assemelham à uma estufa, o que não é bom. Mas a ventilação e ótima e não há umidade excessiva. No caso desses sarrafos de ipê, eles estão muito velhos e já queimados. Essa camada velha ajuda a proteger o miolo da madeira. No caso de madeira nova, teríamos que escolher um local diferente para estocagem.

3. Tabiques: reparem que entre uma fileira e outra, cruzamos sarrafos de ipê em 90 graus com espaçamento entre eles. Basicamente colocamos três tabiques a cada fileira, proporcionando um espaçamento ideal para arejar a madeira e evitar o acúmulo de fungos e bichos. Isso mantém a madeira conservada e é muito mais fácil para aplicar um antifungico caso seja necessário. Mas… o que são tabiques? Esse é o nome dados à madeira colocada cruzada entre uma fileira e outra. Pode ser um pedaço de qualquer madeira, inclusive um pedaço da própria madeira que está estocada. O ideal é que sejam de tamanho semelhante para garantir um perfeito alinhamento e evitar o empenamento. Ou seja, se um tabique tem a medida de 3x3cm, o outro também tem que ser igual. O espaçamento entre fileiras deve ser de no mínimo 3cm. Já o espaçamento entre tabiques deve ser de uns 40cm. Não tome esses números como uma fórmula exata, mas como uma base para fazer a sua pilha. Pranchas maiores e mais grossas podem ter um espaçamento maior, mas deixemos isso para os especialistas, rsrsrsrs…

4. Base plana: o local onde sua pilha ficará estocada deve ser plano para uma maior estbilidade. Caso seja impossível de encontrar um local plano, faça um alinhamento usano madeiras e sarrafos para nivelar a primeira linha de madeira. Essa é uma observação estrutural e garante uma segurança ao seu local de trabalho.

Então é isso… como dissemos, essa é uma das técnicas de armazenagem utilizadas, especialmente para madeiras secas. Para madeiras verdes, existem cuidados específicos que devem ser considerados e pode ficar para um próximo post, se tivermos madeira verde, é claro, rsrsrsr…

Se gostou, que tal compartilhar esse post? O seu compartilhamento nos ajuda muito a continuar o trabalho de fornecer informações gratuitas preciosas!

Um grande abraço!

Compartilhe.

Sobre o autor

2 Comentários

  1. Olá Leandro, esse tipo de estocagem é bem útil quando temos madeiras de tamanhos uniformes e parecidos; mas no meu caso, possuo diversos tipos de madeira de formatos diferentes; já vi que em alguns casos o pessoal recomenda aquelas prateleiras que são apenas as mãos francesas, mas seriam apoiadas no ar. O que você sugere?

    • Olá Felipe, bom dia!
      Esse tipo de estocagem com mão francesa, como você citou, funciona bem e é uma boa soluções para armazenagem aérea. Se forem, em sua maioria, sarrafos, outra solução é armazenar na vertical também, formando um ângulo quase paralelo à parede para evitar o empenamento. Isso no caso de madeiras secas.
      Grande abraço!

Deixe um comentário