InicioEpisódiosFerramentas, Máquinas, Acessórios e OutrosSerrote Japonês Ryoba: o melhor serrote do mundo!

Serrote Japonês Ryoba: o melhor serrote do mundo!

Quem já falou com a gente ao vivo e em cores, já assistiu aos nossos vídeos ou entrou em nossa loja, sabe que somos fã de ferramentas japonesas: plainas, formões, esquadros, gabaritos, acessórios e, principalmente, os serrotes! Eu sempre falo que o dia que você cortar com um serrote japonês, nunca mais vai querer usar o serrote convencional, e até algumas máquinas de corte! É que nem Tomé, tem que ver, ou melhor, usar, para crer! Não à toa, esse item entra em nossa sugestão de 10 ferramentas que não podem faltar em uma marcenaria.

Esse que vou comentar hoje é o Serrote Japonês Ryoba, talvez o mais conhecido entre uma infinidade de tipos de acordo com as aplicações – madeira, bambú, alumínio, etc. Tenho certeza, que vai se surpreender com tanta opção que encontramos. Na Loja Empoeirados temos uma linha bacana que dá para brincar um bocado.

Imagem do Serrote Ryoba sobre uma mesa de madeiras junto com peças de madeira

Mas porque os serrotes japoneses são tão eficientes assim? O que os japoneses tem que nós não temos? Bom, tem muita coisa para falar, mas vou me atentar somente em falar desse modelo, o Ryoba, e depois falaremos de outros modelos, para não ficar cansativo.

Duplo dente para cortes precisos

Primeiro de tudo, algo que difere bem o Ryoba dos outros serrotes é que ele tem duplo dente: Rip Cut e Cross Cut. Sim, você praticamente compra dois serrotes pelo preço de um. Mas qual é a função desses dois dentes? Explico: Antes, você deverá identificar qual lado tem mais dentes por polegada, com isso, podemos saber qual dente é o Rip Cut e qual é o Cross Cut! Ai ai ai, estou ficando maluco com esse assunto. Péra lá, abaixo a explicação e função de cada um:

RIP CUT: O lado com menos dentes por polegadas, além de dentes maiores, é para rip cut (corte no sentido do veio da madeira).

CROSS CUT: O lado com mais dentes, e também menores ou mais “finos” é para cross cut (cortes perpendiculares ao veio).

Viu? Não tem segredo. Por isso que falei que ele vale por 2! Pois a maioria dos serrotes japoneses são Rip Cut ou Cross Cut, além é claro, dos universais, que servem para corte dos dois jeitos. Veja na imagem o detalhe dos dentes para entender melhor.

Close do serrote ryoba com destaque para os dentes

Imagem da esquerda mostra dente ripcut, imagem da direita mostra dente crosscut

 

Serrote japonês oferece corte limpo

O corte é espetacular! Sim, praticamente você não precisa nem lixar. Parece que está cortando manteiga. O corte com serrote japonês é diferente do ocidental – os que conhecemos – e que chamo de “convencionais”.

Geralmente, para cortar com um serrote convencional você empurra. Com o serrote japonês – todos eles – é diferente, você corta puxando. E não é que é bem mais fácil? Diz a lenda que, pela cultura dos japoneses, o trabalho tem que vir para você e não ir para fora, por isso que ao invés de empurrar, você puxa o trabalho para você! Isso acontece também com as plainas, você não empurra o trabalho, mas traz para você.

 

Eu já tenho usado bastante os serrotes japoneses, e digo que é mais fácil. Claro que a lâmina ajuda, os dentes também, mas é mais fácil puxar do que empurrar. Você se acostuma com coisa boa né? É sempre assim! E quando pego um serrote convencional, nossa, me pergunto porque ninguém me apresentou o serrote japonês quando tinha uns 15 anos de idade!

Serrote Ryoba cortando uma esquadria de madeira

Lâmina intercambiável

A lâmina do Ryoba é substituível e não precisa ficar afiando. Não sei se alguém já afiou lâmina de serrote, mas dá um trabalhão. Essa linha que trabalhamos, não é possível afiar. Existem alguns que é possível, mas além de ser muito caro, os acessórios de afiação são mais caros ainda. É mais fácil comprar uma lâmina nova.

Além disso, a tempera para endurecimento do metal é feita somente nas pontas dos dentes. O corte dura muito mais e, salvo em condições de uso extremo, o seu serrote japonês continuará cortando por alguns anos.

Mostrando como segurar o serrote japonês

O cabo é de madeira e com acabamento em ratan, um charme todo especial da cultura japonesa. Muito melhor a pega e ergonomia da mão. Não cansa e nem precisa fazer esforço. O serrote faz o seu trabalho, sem forçar nada! É claro que no começo você estranha um pouco, mas depois acostuma.

Detalhe do cabo do serrote com acabamento em ratan.

Bem, aqui eu resumi o básico do serrote japonês, mais especificamente do Ryoba. Temos muito o que falar dos serrotes japoneses, mas já dá para ter uma ideia da beleza dessa espetacular ferramenta.

E digo, com propriedade e como humilde opinião, é o melhor serrote do mundo! Ou posso reformular essa frase dizendo, os serrotes japoneses são os melhores do mundo!

E por hoje é só! Bom divertimento e não se esqueça de curtir o final de semana!

Compartilhar com:
Avalie este Artigo

Olá! Eu sou Luciano, um apaixonado por marcenaria. O gosto por montar coisas usando ferramentas diversas veio do meu pai, que era um torneiro mecânico de mão cheia! Desde criança eu juntava madeiras que encontrava por aí para montar diversas coisas que vem na cabeça de um moleque de 10 anos. Aliás, quando eu sumia de casa, minha mãe já sabia onde me procurar: na marcenaria que ficava ao lado de onde morava. Ô tempo bom! O Empoeirados foi ideia que tive e desenvolvi com o Leandro. A gente pensou em um blog para mostrar às pessoas como o “faça-você-mesmo” pode ser prazeroso. Além de fazer coisas muito legais para sua casa, para seus amigos ou parentes, você ainda pode tirar todo o stress do dia-a-dia. E queremos contar com a participação de vocês para desenvolver mais ideias legais e criativas! Para isso, leia, assista, comente e compartilhe nossos tutoriais. E então, não quer colocar suas ferramentas para trabalhar?

Comentários
  • Olá, bom dia, adorei as explorações sobre o serrote japonês, ficou bem claro pra mim, agora já posso comprar sem medo.

    21/07/2019

Deixe um comentário