InicioEpisódiosArtesanato e DecoraçãoComo escolher madeira para fazer tábua de corte

Como escolher madeira para fazer tábua de corte

A tábua de corte é, geralmente, uma das entradas para o mundo da marcenaria. Afinal, é um item fácil de se fazer, certo? Bom, mais ou menos. Alguns cuidados devem ser tomados e um dos primeiros deles é aprender como escolher a madeira.

Por isso desenvolvemos uma série com quatro capítulos para que você possa construir sua primeira tábua de corte com o mínimo de percalços. Por isso, o primeiro episódio trará informações básicas para ajudar a escolher madeira certa para uma tábua de qualidade.

Em tempo, aproveitamos para esclarecer melhor o item citado que se refere à toxicidade da madeira. Em raras situações encontraremos madeiras tóxicas ou alergênicas. No entanto, algumas madeiras que são cultivadas para o uso estrutural, como o Cedroarana, podem causar alguma irritação. Isso porque as madeiras mais abundantemente disponíveis no mercado passam por um processo de tratamento por CCA, que é um agente químico que pode ser nocivo à saúde. Algumas pessoas são mais sensíveis ao toque com esse tipo de agente. Outras pessoas, no entanto, suportam contato prolongado, mas as consequências à saúde podem aparecer no decorrer do tempo. Por isso esse ponto está intimamente ligado à origem da madeira.

Nesse artigo abordaremos o primeiro episódio da série e, a cada semana, publicaremos as sequências que deverão concluir o projeto. Além do texto aqui no blog, você também poderá assistir ao episódio “Qual madeira usar para fazer tábua de corte” em nosso canal do Youtube. Aproveite para assinar nosso canal e ativar o sino de notificação de novos vídeos!

Cinco itens devem ser observados para escolher a melhor madeira da sua primeira tábua de corte: dureza, densidade, gosto / cheiro, toxicidade e origem. Com isso, será muito fácil orientar-se na escolha de uma boa madeira.

1. Dureza: a dureza de uma madeira é o que dá resistência mecânica ao material. Além disso, as madeiras duras costumam ser mais resistentes à umidade e são menos propensas a rachaduras. Exemplos de madeira dura são angico, angelim, muirapiranga, sucupira, etc.

2. Densidade: madeiras duras geralmente são densas, mas não é uma matemática exata. Quer dizer que madeiras com a mesma dureza podem ter diferentes densidades. Então prefira madeiras mais densas (pesadas). Como os poros são bem fechados, elas são menos propensas a acumular sujeira e também são mais resistentes ao ataque de fungos e bactérias.

3. Gosto e cheiro: é sabido que algumas madeiras possuem um forte odor, nem sempre agradável. Quem já passou em frente a madeireiras já deve ter vivenciado um forte cheiro desagradável. Além do cheiro, a madeira também pode gosto adstringente, amargo, picante, etc… É sempre uma boa ideia escolher madeiras que não apresentem gosto ou cheiro característicos para não transferir esses aos alimentos.

4. Toxicidade: dificilmente encontrará alguma madeira tóxica pelo caminho, pois são raras. Mas a toxicidade está mais relacionada ao tratamento aplicado à elas visando sua conservação e durabilidade. Afinal, a maior parte da produção madeireira está destinada à construção de estruturas e móveis, e não à produção de utensílios de cozinha. Porém, se for atrás de madeira nativa, ou pensar em usar alguma madeira encontrada em alguma mata ou floresta, é uma boa ideia se informar sobre a espécie para evitar algum tipo de intoxicação, mesmo que leve. Aliás, nosso amigo e mestre marceneiro Fernando Belchior cita, em seu ótimo vídeo sobre tábuas de corte publicado em seu canal no Youtube, as madeiras Jacarandá-da-Bahia e Cedroanara como materiais que podem causar reação alérgica ou ter algum grau de toxicidade.

5. Origem: esse último item é, em nossa opinião, o mais importante. Adoramos caçar madeiras por aí e somos “caçambeiros” com muito orgulho. Mas para se construir uma tábua de corte deve-se utilizar madeira com origem conhecida. Como dissemos no item anterior, a toxicidade deve ser levada em conta, principalmente nas madeiras utilizadas em estruturas. Madeiras de caçamba tem uma chance grande de conter resquícios de produtos químicos. Outra coisa, elas geralmente já foram tratadas com algum veneno ou químico forte para evitar cupins. Por isso, procure fornecedores que trabalhem com madeira certificada que podem ser destinadas à produção de utensílios de cozinha. Não é fácil, mas é um cuidado a ser tomado principalmente se for fazer tábuas de corte para vender.

Madeiras boas para fabricar tábuas de corte

Sabemos que mesmo com todas as dicas é difícil escolher madeiras para fazer a sua primeira tábua de corte. Então, para facilitar, use a pequena lista abaixo para se orientar:

  • Roxinho
  • Muirapiranga
  • Jatobá
  • Pequiarana
  • Aroeira
  • Angico
  • Muiracatiara
  • Garapeira

Essa primeira etapa da manufatura de uma tábua de corte é bastante difícil, especialmente para encontrar um fornecedor de madeiras. Mas caçar madeiras é também trocar informações com amigos.

Depois de assistir ao vídeo, que tal já se preparar para fazer um acabamento lindão em sua nova tábua de corte? Para isso, aprenda a lixar madeira com as técnicas mostradas em nosso artigo. Além disso, aproveite para conhecer o GIF White Oil, acabamento natural para utensílios de cozinha em madeira!

Compartilhar com:
Avalie este Artigo

Olá pessoal! Meu nome é Leandro e sou vidrado por tudo o que é relacionado ao “faça-você-mesmo”. De bancos de madeira a luminárias, de instalação de chuveiros a reparos nos móveis de casa. Sempre achei muito legal você trabalhar em algo físico, transformar um pedaço de madeira em um objeto útil, ou consertar algum aparelho que tenha quebrado. É uma grande satisfação olhar e dizer: eu sei como fazer! Quando era pequeno, meu pai me dava alguns aparelhos velhos para desmontar e descobrir como funcionavam. Mas naquela época eu desmontava com alicates e marteladas, ou seja, era impossível montar de novo, rsrsrs… Mas essa paixão continuou e como me formei em uma profissão totalmente diferente – sou publicitário – decidi que esse seria o meu hobby! Do hobby e da amizade com o Luciano, surgiu o Empoeirados. Em nosso blog vamos mostrar tudo o que sabemos fazer e que aprendemos lendo livros e pesquisando muito. O Empoeirados será o nosso site para trocarmos ideias sobre bricolagem, marcenaria e outras coisas, combinado? Então, entre e fique à vontade!

Comentários
  • Olá! Uma madeira muito comum para fazer tábuas é o Angelim Pedra. O que vocês acham dela para esse uso?

    17/09/2019
      • Boa noite
        Onde consigo comprar essa madeiras descritas acima?

        28/03/2020
  • Sem contar que o Angelim quando em contato com umidade exala cheiro e pode ter gosto.

    09/11/2019
  • Prezado Leandro,

    Eu poderia usar ipê para a tábua de carne? E jacarandá mimoso?

    Grato,
    Roberto M.

    09/12/2019
      • Opa Leandro… gostaria de saber se a “garapa” é boa para tábua ?

        15/02/2020
      • Tenho uma boa placa de rochinho, poderia usar pra tábua de carne??

        23/10/2020
    • Olá, o que você acha da Garapeira?
      Desde já agradeço

      25/02/2020
  • Boa noite , comprei uma tabua de carne como de ipê, só q ela tem uma absorção muito rápida …. Já coloquei óleo mineral, óleo se cozinha e tbem azeite, porém ela suga óleo e não fica uma camada protetora
    …. O q fazer ?

    22/12/2019
  • a madeira sete copa dá pra fazer tábua?

    27/12/2019
  • Leandro boa tarde!

    Meu irmão está começando a fazer algumas tábuas de corte.
    Ele usou angico rosa, artigo de uma demolição.
    Porém tive a impressão que a tábua libera um sabor amargo que até passa para a carne.
    Você poderia nos dar uma orientação?

    Grata,

    Eliane Machado.

    30/12/2019
  • Gostaria de saber sobre a madeira orelha de macaco se pode ou não ser usada ?

    10/01/2020
      • Fiz um curso de marcenaria no SENAI, e lá confeccionamos uma cadeira com essa madeira. A Orelha de Macaco é muito bonita mas creio que é inapropriada pois o seu pó arde como pimenta nas vias respiratórias e garganta.

        07/11/2020
  • olã Leandro, eu uso cumaru com incrustaçoes em jatoba, podes me recomendar uma madeira menos densa para tabuas de carne, acontece que tenho custo alto de ferramentas dada a dureza

    12/01/2020
  • IPE champanhe ou vermelho é melhor para tábua de corte?

    24/01/2020
  • bom dia,madeira imbuia é boa para tabua de carne?

    04/02/2020
  • A bolacha da Jaqueira pode ser usada para tábuas de corte?

    07/02/2020
      • É otima, tem um acabemento lindo

        24/04/2020
  • Bom dia! Uma dúvida: Eu poderia usar jequitibá?

    15/02/2020
  • Posso usar Garapeira

    25/02/2020
  • Gostaria de saber se madeira da jaqueira pode ser usada pra tábuas de churrasco ? Pois tenho muita abundância dela

    04/03/2020
  • É possível fazer tabua de corte com cedrinho?

    09/07/2020
    • Cedrinho é uma madeira mole, eu usaria uma mais dura. Se for só para servir, daí sim, pode usar. Até pinus de repente…

      18/11/2020

Deixe um comentário